Notícias


Publicado em:
6
12/2018

Expomusic visa a um novo público

Evento promove o encontro de toda a cadeia produtiva do setor: compradores, lojistas, profissionais e apaixonados por música. Nesta edição, o empenho é também atrair visitantes heavy users de tecnologias.



Metatags: Expomusic, Heavy Users, Tecnologia, Mobilidade, Inteligência Artificial, Startups, Blockchain
Divulgação

De 15 a 19 de maio de 2019, o público do setor de música (compradores, lojistas, profissionais e apaixonados pelo assunto) poderá conferir um novo conceito da tradicional Expomusic - Feira Internacional da Música, Áudio, Iluminação e Acessórios: um evento reformulado para entender as atuais necessidades do mercado e o perfil do atual consumidor.

A Francal Feiras contratou uma consultoria para desenvolver estudo para entender os impactos das mudanças no segmento, identificar o público do setor e desenvolver estratégias de crescimento para todos.

De acordo com o estudo, o novo público do setor de música quer ter voz, busca por direitos e transformações e vive no mundo digital: são os heavy users de tecnologia, mas se sentem parte do espaço físico e ocupam a cidade de forma democrática e consciente, priorizando o consumo sustentável, economia colaborativa e respeito às diferenças.

Para o atual consumidor, tudo se resolve na palma da mão, a mobilidade é a tendência do momento. Tecnologia, inteligência artificial, startups e blockchain não são apenas conceitos, são realidades. Segundo a pesquisa, o público pode ser classificado nas seguintes categorias:

Público ALFA / influenciadores
Empreendedores / criadores
Criadores de playlists / lançadores de tendências
Público gratuito / VIP em feiras do setor

Público BETA - disseminador
Gestores / consumidor
Ouvintes das playlists / disseminadores de tendências
Público consumidor de novidades / pagam ingresso em feiras do setor

Público ÔMEGA - seguidor
Técnico / conservador
Ouve sempre as mesmas playlists (se já descobriu as playlists)
Demora para ser impactado por uma nova tendência
Público consumidor das mesmas coisas

Fonte: Primeira Página


Últimas notícias

Cinco dicas do Sebrae para quem quer abrir um e-commerce

Plano de negócio é o primeiro passo para os interessados.
Leia Mais

Natal deve movimentar R$ 53,5 bi na economia

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e do Serviço de Proteção ao Crédito apontam que mais de 110 milhões de consumidores devem ir às compras e investir, em média, R$ 116 por produto.
Leia Mais

Redes sociais foram feitas para se consumir música

Esta é a opinião dos Millennials, segundo pesquisa da MusicWatch: os jovens da geração Y consomem música massivamente pelo Instagram, Twitter e Facebook.
Leia Mais