Publicado em:
13
9/2017

Expomusic 2017 investe em educação musical de crianças e jovens

Oficinas de musicalização infantil, programa de visitação escolar e festival de escolas de música estão entre as ações promovidas pelo evento.

Ao lado da realização de negócios e do entretenimento, a educação musical para crianças e jovens é um dos pilares da Expomusic 2017. Entre as ações promovidas pelo evento, estão as Oficinas de Musicalização Infantil, Programa de Visitação Escolar e Festival de Escolas de Música.

Musicalização Infantil
A coordenação das oficinas é do Instituto Bateras Beat, escola com metodologia reconhecida no Brasil e no exterior e maior rede de escolas de bateria da América Latina, e da empresa JOG Vibratom, que fornecerá seus instrumentos desenvolvidos especialmente para o aprendizado.

Serão dois tipos de aulas. Nos dias 4 e 5 - quarta e quinta-feira, quando a Expomusic é aberta apenas aos profissionais do setor -, as orientadoras do Bateras Beat, Léia Cruz e Cléia Nardella, ministram workshops a fim de preparar professores, lojistas e demais interessados para o ensino de música nas escolas de educação infantil ou escolas de música. As oficinas para adultos incluem temas como preparação corporal, exercícios de aquecimento, toque, percepção espacial e percepção corporal, e domínio corporal (movimentos corporais e com instrumentos).

“Nossa proposta é abrir os horizontes dos educadores musicais para que vejam a musicalização infantil como importante veículo para que cada criança possa se desenvolver como ser humano de forma completa, adquirindo qualidades como concentração, autoestima, acuidade auditiva, disciplina pessoal e muitas outras”, explica Léia.

Nos dias em que a Expomusic abre suas portas para o público em geral, sexta, sábado e domingo (6 a 8 de outubro), as aulas são voltadas para as crianças. Léia, Cléia e outros professores do Bateras Beat desenvolvem uma série de atividades lúdicas que visam a introduzir as crianças no mundo dos sons, que vão de simples células rítmicas e melódicas a peças musicais mais complexas do repertório popular e erudito.

Entre estas atividades, estão brincadeiras e dinâmicas com instrumentos musicais, exploração de instrumental com base na metodologia do pedagogo musical alemão Carl Orff e expressão corporal por meio da música.

“Nas aulas de musicalização infantil, além de trabalharmos a concentração, memorização, consciência corporal e coordenação motora, estimulamos o cantar e convidamos as crianças a acompanhar o ritmo das canções com instrumentos musicais e objetos variados com que podem produzir sons e até o próprio corpo, seja dançando ou simplesmente com o balanceio no colo dos pais ou cuidadores”, detalha Léia.

As aulas para adultos e crianças são gratuitas para os visitantes da Expomusic e as inscrições são feitas na hora, diretamente no Espaço de Musicalização Infantil, com vagas limitadas. As turmas de adultos, nos dias 4 e 5, têm início às 14h, 16h e 18h, com duração de 1h40, e as atividades infantis, nos dias 6 a 8, acontecem em seis horários, às 14h, 15h, 16h, 17h, 18h e 19h, com duração de 40 minutos (exceto no dia 8).

Nos intervalos, visitantes da feira que não participaram das aulas podem visitar o Espaço de Musicalização Infantil para conhecer os instrumentos e demais materiais didáticos. Os participantes das atividades de Musicalização Infantil da Expomusic 2017 concorrem por sorteio a kits (camisetas, bonés) oferecidos pela Bateras Beat.

O Instituto de Bateria Bateras Beat iniciou suas atividades em 1992, tendo o baterista Dino Verdade como o fundador. Sua metodologia própria é elogiada por bateristas consagrados como Robertinho Silva e Carlos Bala. O método tem sua eficácia comprovada em 20 anos de existência, em mérito a formação de inúmeros profissionais e o reconhecimento acadêmico comprovado pela procura por profissionais de todo país e mais recentemente por profissionais na Itália, Espanha e Argentina. Atualmente a escola conta com 26 unidades, sendo 24 no Brasil, uma na Itália e uma na Espanha.

A JOG Vibratom tem uma história de mais de 50 anos com o desenvolvimento das crianças por meio da musicalização que a estimula a socialização e a evolução cultural e intelectual. A empresa busca a excelência da qualidade dos produtos desde a seleção das matérias primas até o processo de produção, que envolve funcionários qualificados a fim de garantir o melhor aproveitamento dos alunos e professores. Esse compromisso rege também a linha de instrumentos profissionais, usados em bandas e fanfarras, que proporcionam ao músico uma melhor performance em suas apresentações.

Visitação escolar
Numa iniciativa da Abemúsica – Associação Brasileira da Música para incentivar e estimular o estudo da música, a Expomusic mais uma vez abre espaço para alunos de escolas regulares, ONGs e projetos sociais visitarem a feira, nos dias 6 a 8 (sexta a domingo). Cerca de 2 mil crianças e jovens, de dezenas de instituições vão participar do evento e entrar em contato com os instrumentos musicais das marcas expositoras e com a ampla grade de shows dos estandes e da programação oficial.

Festival
Promovido pela Francal Feiras e Abemúsica, em parceria com a CAEM – Central de Apoio às Escolas de Música, o Festival de Escolas de Música possibilita a integração das escolas de Música, incentiva o estudo da música, motiva a criação de bandas e revela novos talentos.

Neste ano, as bandas selecionadas nas duas categorias – 6 a 12 anos e maiores de 13 anos – vão se apresentar no dia 7 de outubro (sábado), a partir das 13h, na Arena Expomusic. Todas as bandas participantes receberão certificado, as finalistas medalhas e os três primeiros colocados troféus. As escolas responsáveis pelos três primeiros colocados receberão instrumentos musicais. Conheça as bandas selecionadas:

Categoria 1
Os Rapaduras (Escola de Música Massaro)
Banda Zig Zag - 2z (Mundo Da Música)
Geração De Cristo (JK Music)
M I N K (Escola De Música Randal)
StarFlower (Acústica Instituto Musical)
Teen Rock (MHS Musical)
Cromática Kids (Cromática Escola de Música e Arte)

Categoria 2
Soul Reaction (Bateras Beat Granja Vianna)
Monotonia (Escola de Música Nel-Som)
Banda Los Peppes (Bateras Beat Alphaville)
IMFA (Instituto Música Fácil)
Lucas Brenelli (Escola de Música Teclasom)
Som e Ação (Ong Som e Ação)
Under Six (Underground Escola de Música)

Benefícios
São muitos os benefícios associados ao aprendizado da música em todas as idades, mas especialmente na infância: potencializa a criatividade, proporciona divertimento, incentiva a autodisciplina, aumenta a concentração, desenvolve habilidades sociais, estimula o raciocínio e a memória, melhora a disposição, amplia a percepção matemática, aumenta a confiança e desenvolve a coordenação motora.

“Em casa, os pais podem dar continuidade ao trabalho e oferecer aos bebês e às crianças um leque variado de experiências dentro do próprio lar, com os sons do ambiente ou materiais do cotidiano encontrados na cozinha, área de serviço, quintal etc.”, diz Léia.

Fonte: Primeira Página